Casos de Estudo
Image

Vantagens da parceria e de recorrer ao apoio de um CMS Web que seja produto e não desenvolvimento personalizado

“A nossa estrutura - mais leve que a dos nossos concorrentes – permite que nos defendamos melhor da crise no setor”, explica Miguel Ángel Palomares

O diário La Razón do Grupo Planeta, um dos principais em Espanha, definiu o seu plano estratégico digital com base na premissa de conseguir uma estrutura bem dimensionada que lhe permita ser competitivo e rentável no difícil mercado dos diários espanhóis de âmbito nacional. A externalização, aplicada de modo especial às soluções e infraestruturas tecnológicas, o cuidado na seleção dos profissionais, e o fornecimento de conteúdos de valor diferenciado aos leitores são os três elementos fundamentais sobre os quais a empresa decidiu erguer-se.

E parece que estão a consegui-lo, como explica o seu IT Manager, Miguel Ángel Palomares, apesar de ser uma marca de criação recente e do baixo índice de leitura em Espanha, “encontrámos o nosso nicho de mercado e vamos crescendo pouco a pouco... A nossa estrutura - mais leve que a dos nossos concorrentes – permite que nos defendamos melhor da crise no setor”.

O La Razón (Madrid) foi fundado em 1998. Após várias mudanças de proprietário, é finalmente adquirido pelo Grupo Planeta, importante editor livreiro e gestor de vários canais de rádio e TV.

É o quarto diário nacional em difusão, com sede central em Madrid, e Delegações em quatro cidades: Barcelona, Valencia, Sevilha e Valhadolid. Conta com uma redação que oscila entre os 200 e os 220 jornalistas.

Por uma questão de estratégia orçamental, o diário tinha resolvido proceder a uma profunda renovação tecnológica por fases, começando pela área digital e a substituição do seu Web CMS.

A mudança devia reger-se pelos princípios práticos que caracterizam a sua filosofia empresarial: facilitar o trabalho dos seus profissionais para que o tempo lhes rendesse mais e melhor, ou seja, concentrarem-se no “core business” - a qualidade dos conteúdos – sem sujeição a infraestruturas tecnológicas que implicassem altos custos de manutenção e exploração posteriores.

O recurso a um CMS que fosse mais um “produto” robusto e fiável do que uma solução “ad hoc” ou por medida que obrigasse à existência de um departamento de IT sobredimensionado.

Tendo em conta que, por constrangimentos orçamentais, seria mantida a solução editorial existente para o print, automatizar a transferência de conteúdos do diário impresso para o novo Web CMS a fim de que a redação digital também deles pudesse dispor, juntamente com as restantes fontes informativas.

O La Razón decidiu procurar um parceiro tecnológico de confiança, que garantisse segurança e capacidade de evolução ao ritmo do mercado.

Aproveitar a sinergia com o Grupo em tudo o que se referisse a conteúdos audiovisuais.

Dentro de uma proposta Freemium, bloquear o acesso gratuito aos conteúdos de opinião – editoriais e colunistas-, proporcionando uma sinopse que fizesse de entrada para as plataformas de pagamento Kiosko e outra, assim como o Orbyt, onde se alojava o diário em formato ePaper.

O La Razón lançou um concurso para seleção de um parceiro tecnológico. A Protecmedia foi o associado escolhido. Ao mesmo tempo, uma terceira empresa ficou encarregada do novo desenho para o portal.

Foi criado um grupo multidisciplinar, que planificou com rigor as fases de implantação, seguimento de alvos e formação necessária para serem alcançados os objetivos propostos.

Foram estabelecidas os fundamentos futuros da parceria: canalização de novas sugestões funcionais, possíveis mudança na infraestrutura tecnológica, procedimento para atualizações de software, etc.

O La Razón lançou um concurso para seleção de um parceiro tecnológico. A Protecmedia foi o associado escolhido.

Tecnológicos:

Eficaz e prática Externalização que torna possível o Departamento de Tecnologia do La Razón gerir as necessidades globais da empresa e as possíveis incidências técnicas com uma única equipa de 8 pessoas: 4 integradas no staff e 4 como colaboradores externos.

Na sua qualidade de parceira, a Protecmedia presta os serviços de Hosting e monitorização preventiva de toda a configuração tecnológica - equipas, middleware, rendimento geral, etc. Além disso, o La Razón tem um contrato de serviço CDN (Content Delivery Network) com um fornecedor implantado a nível internacional, para assegurar a máxima rapidez ao visitante da web no serviço de conteúdos e páginas.

Existe uma coordenação e comunicação contínuas entre as equipas de ambas as companhias, que facilitam a realização de novas ideias e necessidades com agilidade.

Editoriais:

Máxima eficácia na gestão e publicação de conteúdos na Web. Uma redação de 9 pessoas apenas consegue elaborar e alimentar com continuidade um website possuindo um nível de conteúdos importante.

Integração e publicação automática com a app específica LA RAZÓN para dispositivos móveis.

Melhoria significativa do posicionamento SEO graças à catalogação e criação automática de tags e etiquetas.